Contabe - Contabilidade
Foto da Notícia

Como dar um feedback negativo para um funcionário

Fonte: Administradores.com
04/01/2021
Gestão

Lidamos com pessoas que pensam e sentem as coisas de maneira diferente umas das outras. Isso pode ser um complicador na hora de dialogar, principalmente quando o motivo da conversa é um erro ou um comportamento indevido do funcionário. Por isso, todo gestor deve saber como dar um feedback negativo para um funcionário.

A seguir, Renato Santos, especialista em compliance e sócio da S2 Consultoria, ensina como conduzir essa conversa sem que isso se transforme em uma situação de assédio.

Para ele, a prática do feedback é essencial para promover o crescimento profissional, mostrando ao colaborador os pontos nos quais ele está realizando bem o trabalho e o que pode ser melhorado. É difícil para qualquer pessoa ter uma visão completa sobre o seu desempenho, e esse retorno dá uma percepção muito mais clara. "Mesmo que essa resposta seja negativa, ela não deixa de ser importante, pois desperta o amadurecimento do trabalhador com habilidades a longo prazo, como a resiliência", diz.

Apesar da necessidade da prática, um feedback negativo pode ser uma situação estressante e desconfortável para todos os envolvidos. Mas, algumas atitudes podem ser adotadas para aliviar o momento. Confira:

Tenha uma conversa privada

Passar o feedback na frente de toda a equipe pode causar uma situação extremamente constrangedora. Se o retorno dado a outro funcionário na mesma ocasião for somente de elogios, a circunstância fica ainda pior.

Por isso, procure ter essas conversas sempre em um momento privado, preservando a imagem do funcionário. Certamente a recepção às informações será muito melhor.

Aplique a comunicação não-violenta

A comunicação não-violenta vale não só para o ambiente corporativo, como também para a vida pessoal. Quando se trata de um feedback negativo, é ainda mais necessária.

Essa abordagem de diálogo baseia-se na construção de uma conexão com a outra pessoa, evitando críticas, julgamentos e uma fala inadequada.

Por mais que os pontos a serem levantados durante a reunião não sejam positivos, a adoção desse tipo de comunicação torna a conversa muito mais produtiva.

Mostre-se colaborativo

A intenção de um feedback deve ser sempre de auxiliar com o crescimento do funcionário, dando insumos para que ele corrija os comportamentos e consiga tornar-se um profissional mais maduro e completo.

Deixe claro esse propósito. Ao compreender a motivação da conversa, o colaborador fica muito mais aberto às sugestões e absorve bem os apontamentos.

Comece pelos pontos positivos

Uma boa maneira de conduzir esse diálogo é começar pelos acertos do funcionário, criando um ambiente acolhedor e despertando a confiança. Os pontos negativos podem ser tratados como conselhos, mostrando o que pode ser feito para resultados melhores.

Nesse momento, o gestor deve também estar aberto para solucionar dúvidas, ouvir sugestões e até mesmo receber alguns apontamentos do colaborador sobre o que não está funcionando bem, atuando em parceria para que os processos sejam melhor conduzidos.

"Ao aprender como dar um feedback negativo para um funcionário, o gestor consegue provocar a sensação de pertencimento no trabalhador, mostrando que ele é parte importante para o time e para a empresa. Adotar um comportamento respeitoso é essencial para integridade da relação e para que a prática não deslize para o assédio", enfatiza Santos.